SBGG-SP

Entre em contato: (11) 3107-6119
sbgg-sp@sbgg-sp.com.br

Onde procurar ajuda

Existe uma série de recursos úteis que podem ajudar na qualidade de vida do idoso.

Selecionamos aqui alguns links que podem ajuda-lo em diversas situações, seja de violência, seja de necessidade, seja de informação.

  • DIREITOS DO IDOSO
    O Estatuto do Idoso foi criado para regular os direitos assegurados às pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. A Lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003, que institui o Estatuto do Idoso, dispõe sobre papel da família, da comunidade, da sociedade e do Poder Público de assegurar ao idoso, com absoluta prioridade, a efetivação do direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária.
    Para acessar o Estatuto, clique aqui: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm

    Guia Prático de Direitos da Pessoa Idosa
    O guia tem o objetivo de orientar os idosos sobre os seus direitos em relação à saúde, à família, à educação, à cultura, ao esporte e lazer, à inclusão digital, entre outros temas. Ele foi lançado em junho de 2014 pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, em conjunto com a Defensoria Pública do Estado de São Paulo, Escola da Defensoria Pública do Estado e a Unesp (Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho).
    Para acessar o Guia Prático de Direitos da Pessoa Idosa, clique aqui: http://unesp.br/Home/proex/guia_pessoa_idosa2013.pdf

    VIOLAÇÃO DOS DIREITOS DO IDOSO – ONDE DENUNCIAR

    1. Delegacias de Proteção ao Idoso
    A Delegacia de Proteção ao Idoso foi criada com o objetivo de investigar denúncias e infrações penais cometidas contra as pessoas de mais de 60 anos. Além disso, eles orientam e encaminham idosos com dúvidas sobre ações de despejo, problemas com pensões alimentícias e aposentadoria.

    Os idosos só podem registrar ocorrências nas delegacias do idoso?
    Não. Os idosos podem registrar a ocorrência em qualquer delegacia. Dependendo da situação e do delegado, a ocorrência pode ser encaminhada, ou não, para uma delegacia do idoso.

    As delegacias do idoso são de uso exclusivo de idosos?
    As delegacias do idoso têm acesso e atendimento especial e preferencial para idosos. Não existe proibição de uso por pessoas que não sejam idosas, mas não é o recomendado.

    O que fazer se minha cidade não possui uma delegacia do idoso?
    Os idosos podem registrar ocorrência em qualquer delegacia. Portanto, eles podem buscar o serviço comum de atendimento.

    Delegacias do Idoso no Estado de São Paulo

    São Paulo

    Centro

    1ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Primeiro pavimento, estação República do metrô, Centro
    Tel. (11) 3237-0666
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Sul
    2ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Avenida Engenheiro George Corbisier, 322, Jabaquara
    Tel. (11) 5011-3459, (11) 5017-0485
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    6ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Rua Padre José Anchieta, 138, Santo Amaro
    Tel. (11) 5541-9074
    Horário de funcionamento: 9h às 18h, segunda à sexta

    Oeste
    3ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Rua Itapicuru, 80, Perdizes
    Tel: (11) 3672-6231
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Norte
    4ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Rua Camarés, nº 94, Carandiru
    Tel: (11) 2905-2523
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Leste
    5ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Rua Antônio de Camardo, nº 69, Vila Gomes Cardim
    Tel: (11) 2225-0287
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    7ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Avenida Padre Estanislau de Campos, nº 750, Conjunto Habitacional Padre Manuel da Nóbrega, Arthur Alvin
    Tel: (11) 2217-0075, (11) 2217-0224
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    8ª Seccional – Delegacia do Idoso
    Rua Osvaldo Pucci, nº 180, Jardim Nossa Senhora do Carmo, Parque do Carmo
    Tel: (11) 2217-1728, (11) 2217-1727
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Outras cidades

    Barueri
    Rua Projetada, nº 39, Jardim Tupã
    Tel: (11) 4201-2088, (11) 4201-1918
    Horário de funcionamento: 9h às 18h, segunda à sexta

    Diadema
    Avenida Alda, nº40, Centro
    Tel: (11) 4048-2826
    Horário de funcionamento: 9h às 18h, segunda à sexta

    Guarulhos
    Avenida Monteiro Lobato, 244, Centro
    Tel: (11) 2479-3591
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Mogi das Cruzes
    Avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, 540, Mogilar
    Tel: (11) 4790-2818
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Osasco
    Rua Pedro Viel, 61
    Tel: (11) 3681-2957
    Horário de funcionamento: 9h às 18h, segunda à sexta

    Presidente Prudente
    Rua Tenente Nicolau Maffei, 1015, Centro
    Tel: (18) 3222-7781
    Horário de funcionamento: 8h às 18h, segunda à sexta

    Santo André
    Rua Filinto de Almeida, 123, Vila Boa Vista
    Tel: (11) 4425-6508
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    São Bernardo do Campo
    Rua Kara, 128, Jardim do Mar
    Tel: (11) 4124-6991, (11) 4330-8132
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Taboão da Serra
    Avenida Albert Einsten, 80, Jardim Salete
    Tel: (11) 4138-3340, (11) 4138-3316
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    Ribeirão Preto
    Rua Goiás, 656, Campos Elíseos
    Tel: (16) 3610-6067
    Horário de funcionamento: 8h às 18h, segunda à sexta

    Santos
    Avenida São Francisco, 136, 1º andar, Sala 112 e 114, Centro
    Tel: (13) 3228-6491
    Horário de funcionamento: 9h às 19h, segunda à sexta

    São José dos Campos
    Rua Comendador Remo Cesaroni, 283, Vila Ema
    Tel: (12) 3913-1724, (12) 3913-1723
    Horário de funcionamento: 9h às 18h, segunda à sexta

    São José do Rio Preto
    Rua Generosa Bastos, 3.333, Redentora
    Tel: (17) 3231-0599, (17) 3231-0606
    Horário de funcionamento: 7h às 19h, segunda à sexta

    2. Ministério Público do Estado de São Paulo
    Dentre as principais atribuições do Ministério Público em relação ao idoso incluem-se:
    – Fiscalizar a importância do princípio de igualdade, coibindo discriminações contra idosos;
    – Adicionar os mecanismos judiciais e extrajudiciais necessários para evitar abusos e lesões aos direitos dos idosos e promover a defesa de seus direitos indisponíveis, difusos, coletivos e individuais homogêneos;
    – Promover ações penais por prática de crimes previstos no Estatuto do Idoso;
    – Fiscalizar aplicação de verbas públicas no tocante às atividades relativas aos idosos;
    – Inspecionar entidades públicas e particulares de atendimento e programas especiais ao idoso, garantindo-lhes bem estar, adotando de pronto as medidas administrativas e judiciais necessárias à remoção das irregularidades verificadas;
    – Divulgar os direitos dos idosos através de palestras e seminários;
    – Estimular a integração entre órgãos que atuam na mesma área, visando a criação de uma rede de informação e atendimento;
    – Criar parceria de trabalho com os Conselhos do Idoso (Nacional, Estaduais e Municipais)

    Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI)
    Rua Riachuelo, 35 – 1o andar – sala 133
    Centro – CEP: 01007-904

    Para saber mais:
    http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/CAO_Idoso

  • Saúde Cidadão – Um Guia de Informações sobre Serviços Públicos para a Pessoa Idosa
    Com linguagem simples e direta, o guia pretende informar não só os idosos, como também seus familiares, sobre o que é o SUS e quais os serviços de saúde existentes nos bairros, orientando o cidadão sobre a forma de acesso e seu funcionamento.
    A publicação é uma iniciativa do Ministério Público do Estado de São Paulo, com a colaboração da Secretaria Municipal de Saúde e apoio da Rede Nossa São Paulo.

    Para acessar, clique aqui:
    http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/Cartilhas/Saude_Cidadao1.pdf

    Saúde Cidadão – Um Guia de Informações sobre Medicamentos para a Pessoa Idosa
    Esse guia de medicamentos procura esclarecer e informar o cidadão sobre onde e como conseguir os medicamentos de que tanto necessita, senão na rede pública de saúde, ao menos da forma mais barata disponível. O objetivo é não só facilitar a vida do cidadão – principalmente aquele usuário do SUS, na obtenção dos medicamentos – mas também diminuir a quantidade de ações judiciais que vêm sendo propostas de forma recorrente, para fazer valer o direito de acesso integral aos medicamentos, que é de todos nós.
    Trata-se de uma iniciativa do Ministério Público do Estado de São Paulo, que contou com a colaboração da Secretaria Municipal da Saúde e o apoio da Rede Nossa São Paulo

    Para acessar, clique aqui:
    http://www.mpsp.mp.br/portal/page/portal/Cartilhas/Saude_Cidadao2.pdf

    Instituições que oferecem atendimento para pacientes idosos:

    ZONA NORTE

    CRI Norte
    http://www.crinorte.org.br

    Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia José Ermírio de Moraes
    http://www.saude.sp.gov.br/instituto-paulista-de-geriatria-e-gerontologia-ipgg-jose-ermirio-de-moraes/


    ZONA SUL

    Disciplina de Geriatria e Gerontologia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (EPM/Unifesp)
    Hospital do Servidor Público Estadual
    http://www.iamspe.sp.gov.br/


    ZONA OESTE

    Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas – Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
    http://www.gerosaude.com.br


    CENTRO

    Hospital Geriátrico e de Convalescentes Dom Pedro II – Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
    http://www.santacasasp.org.br/portal/site/unidades/hospitais/hospital-dom-pedro-II#

    Hospital do Servidor Público Municipal
    http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/hospital_do_servidor_publico_municipal/

  • O aprendizado constante é uma dos pilares constantes para o envelhecimento ativo. Para idosos que têm interesse em continuar estudando foram criadas universidades específicas para a terceira idade. Abaixo você vai encontrar algumas opções.

    Universidade Aberta à Terceira Idade – Universidade Federal de São Paulo
    http://www2.unifesp.br/proex/uati/

    Universidade Aberta à Terceira Idade – Universidade de São Paulo
    http://prceu.usp.br/usp3idade/

    Universidade Aberta à Maturidade – PUC-SP
    http://www.pucsp.br/pos-graduacao/especializacao-e-mba/universidade-aberta-a-maturidade

    Universidade Sênior Sant’Anna – Uni Sant’Anna
    http://www.unisantanna.br/site/cursos_livres/curso_livre_senior.aspx

    No Guia Prático de Direitos da Pessoa Idosa também é possível encontrar universidades da Terceira idade em outras cidades do estado de São Paulo, mantidas pelo sistema Unesp. Veja: http://unesp.br/Home/proex/guia_pessoa_idosa2013.pdf

  • Há 40 anos o Serviço Social do Comércio (Sesc) desenvolve o Trabalho Social com Idosos, um programa pioneiro cujo objetivo é oferecer uma melhor qualidade de vida à terceira idade. No Sesc, os idosos participam de atividades e trabalhos em grupo com pessoas da mesma idade e de outras gerações, além de interagir com novas formas de conhecimento e compartilhar expectativas vivenciais.

    Reconhecido pela ONU, o Trabalho Social com Idosos acontece do Sesc atende anualmente 60 mil pessoas. Além de resgatar o valor social dos idosos, as ações do Sesc privilegiam a cidadania e a educação por meio de projetos adaptados às diferentes culturas das regiões.

    Para saber mais:
    http://www.sesc.com.br/portal/Assistencia/Trabalho+Social+com+Idosos/