(11) 3107-6119
sbgg-sp@sbgg-sp.com.br

Tecnologia a favor do cuidador

Tornar-se um cuidador familiar de um idoso traz inúmeras mudanças na rotina de quem assume essa responsabilidade: às atividades rotineiras somam-se as demandas do cuidado com esse paciente, que nem sempre são simples e podem dificultar a administração do dia a dia.
“A sobrecarga de cuidados pode, em longo prazo, trazer desgaste físico e emocional, desencadeando estados de estresse, depressão, isolamento social e aparecimento de doenças, pois geralmente por falta de tempo o cuidador deixa de cuidar da própria saúde e diminui suas atividades sociais”, explica Mariela Besse, terapeuta ocupacional e presidente do departamento de gerontologia da SBGG-SP.
Por isso, vêm sendo criados aplicativos para smartphones que podem ajudar o cuidador, seja com informações sobre determinados assuntos ou lembretes sobre horários e datas. Entre as atividades que podem ser facilitadas pela tecnologia estão controle de medicação, ingestão hídrica, cuidados com a pele e controle de sinais clínicos como temperatura e pressão.
Para Mariela, o apoio desses aplicativos pode contribuir para reduzir o estresse do cuidador, já que diminui as chances de esquecimento e permite que o cuidado seja desempenhado de maneira mais tranquila e eficaz. A facilidade de fazer isso pelo celular é tanto pelo acesso, quanto pelo visual desses recursos, que proporcionam uma experiência mais dinâmica.
Por outro lado, é importante ter consciência das limitações desse recurso.
“A ideia é que ele nos auxilie, mas não substitua o contato com o paciente e muito menos as orientações médicas. Alguns aplicativos trazem informações de como realizar o cuidado, mas há pacientes com demandas específicas de cuidados que precisam ser seguidas segundo as orientações dos profissionais de saúde, de acordo com a doença e restrições que o mesmo apresenta”, orienta Mariela.
Independentemente do aplicativo utilizado e da maneira como ele pode influenciar o cuidado, vale o teste. Para ter acesso a esses aplicativos, basta uma conexão com a internet (3G ou wifi) e espaço livre na memória do smartphone.
Abaixo, listamos alguns que podem ajudar e suas principais funções:
· MediSafe
MediSafe é um aplicativo de administração de comprimidos e medicação fácil de utilizar. Ele ajuda a tomar medicamentos na hora prescrita e com segurança. É bem ajustado para administrar medicamentos para doenças complexas como diabetes, doenças cardiovasculares e tratamentos de câncer.
· Glucose Buddy
Glucose Buddy permite manter um registro de glicose, carboidratos, dosagens de insulina e atividades físicas do paciente, o que ajuda a controlar a diabetes e evitar complicações decorrentes do mau gerenciamento da doença. Com esses dados, fica mais simples lembrar a hora da medição e a relação com a refeição. Os usuários têm acesso a essas informações a qualquer momento.
· Fitbit
Fitbit é um aplicativo multiplataforma para acompanhar atividade física, dieta e perda de peso, assim como os hábitos de sono – outra peça essencial no quebra-cabeça da boa forma física. É possível adquirir outro aparelhos da Fitbit que usam Bluetooth para rastrear todos os movimentos do idoso, seja numa volta no quarteirão ou apenas descendo as escadas.
· Cuidar de Idosos
O Cuidar de Idosos é um aplicativo brasileiro voltado para famílias e cuidadores de idosos, especialmente aqueles em quadro de dependência. Ele traz recursos e dicas sobre temas como medicamentos, quedas e situações de emergência, bem como informações específicas sobre pacientes com doença de Alzheimer.
· Assiste Cuidadores
Este aplicativo destina-se a buscar profissionais cuidadores e disponibiliza a ficha técnica e criminal dos mesmos, fornecendo mais segurança a quem necessita destes serviços.
· Câmera IP vigilância
Uma boa solução para o monitoramento de idosos. Basta instalar o aplicativo em dois smartphones: um será usado como câmera no lugar escolhido e outro levado junto com o cuidador para visualização. É só entrar pelos dois telefones na mesma conta do Google e se conectar com a pessoa que quiser.
· MyEyeDrops
Esse aplicativo é para cuidadores e pacientes com glaucoma, uma condição que acomete muitos idosos. O recurso ajuda a lembrar de tomar a medicação na hora certa, mostra a maneira correta de colocar colírio através de vídeos, indica o melhor colírio para o olho correto e disponibiliza áudios informativos.
· Pain Care
Esse aplicativo ajuda a gerenciar sintomas e medicações de pacientes crônicos, bem como a melhorar a comunicação com o médico. Uma espécie de diário eletrônico da dor, o aplicativo possibilita o registro de episódios e desencadeadores de dor, além das medicações tomadas. Essas informações são depois associadas para ajudar a esclarecer a causa da dor e qual o medicamento mais eficaz.
Por Fernanda Figueiredo