(11) 3107-6119
sbgg-sp@sbgg-sp.com.br

Apneia do sono? Usar o aparelho CPAP consistentemente pode diminuir a perda de memória

O comprometimento cognitivo leve (CCL) está relacionado a problemas com sua memória e capacidade de tomar decisões. Normalmente, as pessoas com CCL enfrentam poucos ou nenhum problema com a realização de suas atividades diárias, embora especialistas afirmem que ele pode se tratar de um estágio entre o envelhecimento normal e a doença de Alzheimer.
Um número crescente de estudos sugere que a apneia obstrutiva do sono (AOS), ou “distúrbios respiratórios do sono”, está associada a um risco maior de problemas de memória e a problemas de raciocínio e tomada de decisões. A apneia obstrutiva do sono é uma condição comum em idosos que têm CCL. Os sintomas incluem distúrbios do sono devido à redução ou interrupção momentânea da respiração durante a noite. Se o seu médico diagnosticá-lo com AOS, ele pode recomendar o tratamento com pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP), uma máscara pressurizada usada durante o sono.
O tratamento com CPAP elimina a apneia obstrutiva do sono, mas para ser eficaz, as pessoas devem usar a máquina de CPAP regularmente por pelo menos quatro horas por noite. No entanto, apenas 30 a 60 por cento das pessoas que recebem a terapia com CPAP usam a máquina regularmente, conforme recomendado. Além disso, poucos estudos confirmaram se o tratamento com CPAP retarda ou não o declínio cognitivo. Agora, pesquisadores de um novo estudo examinaram se o uso do tratamento com CPAP teve um efeito sobre a redução do declínio cognitivo. O estudo foi publicado no Journal of the American Geriatrics Society.
Pesquisadores recrutaram 68 participantes com CCL, com idades entre 55 a 89, que eram pacientes em clínicas de sono e geriatria de setembro de 2012 a dezembro de 2014. Alguns dos participantes usaram máquinas de CPAP, enquanto outros não usaram. Pesquisadores relataram que os participantes que tinham CCL e usaram a máquina de CPAP tiveram melhora cognitiva. Os participantes também experimentaram significativamente menos sonolência diurna e melhores níveis de atenção. Além disso, disseram os pesquisadores, o grupo que tinha CCL, mas não usava a máquina de CPAP, sofreu um declínio cognitivo significativo. Os pesquisadores disseram que seu estudo, “Memórias”, é o primeiro ensaio clínico a mostrar que o uso de uma máquina de CPAP pode melhorar significativamente a função cognitiva de pessoas com CCL.