Warning: session_start(): open(/var/lib/php73/session/sess_d512c8920af19480c0a1bbc34bc02ed6, O_RDWR) failed: Permission denied (13) in /home/storage/9/41/79/sbgg-sp/public_html/wp-content/plugins/pixelyoursite/includes/class-pys.php on line 206

Warning: session_start(): Failed to read session data: files (path: /var/lib/php73/session) in /home/storage/9/41/79/sbgg-sp/public_html/wp-content/plugins/pixelyoursite/includes/class-pys.php on line 206
Genética ou estilo de vida? Pesquisas recentes sobre o Alzheimer estão mudando o que se sabia sobre a doença - SBGG-SP

Genética ou estilo de vida? Pesquisas recentes sobre o Alzheimer estão mudando o que se sabia sobre a doença

O que os cientistas imaginavam ser a causa, parece agora uma consequência de um processo que começa muito antes. O repórter Álvaro Pereira Júnior conversou com pessoas que convivem com o Alzheimer e com especialistas, no Brasil e no exterior.

As pesquisas mais recentes sobre o Alzheimer estão mudando tudo o que se sabia sobre a doença. O que os cientistas imaginavam ser a causa, parece agora uma consequência de um processo que começa muito antes.

Em reportagem especial do Fantástico, o repórter Álvaro Pereira Júnior conversou com especialistas e pessoas que convivem com o Alzheimer, no Brasil e no exterior. Veja os detalhes na reportagem completa acima.

Afinal, o que é determinante para o surgimento do Alzheimer: a genética ou o nosso estilo de vida? Vale reforçar que, para prevenção da doença, as dicas são as de sempre: atividade física, alimentação saudável, controle de colesterol, entre outras.

De maneira geral, é possível dividir o Alzheimer em estágios.

Na fase inicial, surgem, normalmente, alterações de memória, de personalidade e das habilidades visuais e espaciais. A escritora inglesa Wendy Mitchell, de 66 anos, por exemplo, recebeu diagnóstico depois de cair duas vezes, sem ter tropeçado em nada, quando corria na rua.

Já para o médico brasileiro Fausto Pinheiro, de 78 anos, os primeiros sinais surgiram durante o trabalho. “A minha cabeça não era mais a que eu queria que fosse”, diz.

 

Depois das manifestações iniciais, podem aparecer, mais para a frente, dificuldades para falar, cumprir tarefas simples e coordenar movimentos, além de agitação e insônia. E é só bem mais adiante que aparecem os sintomas mais graves: deficiência motora muito séria, não conseguir engolir, não falar mais e não sair da cama.

Fonte: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2023/06/18/genetica-ou-estilo-de-vida-pesquisas-recentes-sobre-o-alzheimer-estao-mudando-o-que-se-sabia-sobre-a-doenca.ghtml

Podcast: https://g1.globo.com/fantastico/podcast/isso-e-fantastico/noticia/2023/06/18/alzheimer-como-identificar-quais-sao-os-tratamentos-e-os-avancos-da-ciencia-sobre-a-doenca.ghtml