(11) 3107-6119
sbgg-sp@sbgg-sp.com.br

Mantenha o sorriso!

sorrisoAs doenças periodontais, aquelas que atingem as gengivas, são muito comuns em idosos e, em especial, entre aqueles com algum tipo de demência devido à maior dificuldade em realizar a higiene bucal. Chamada de gengivite no estágio inicial, provoca vermelhidão, inchaço, sensibilidade à escovação, sangramento e, em alguns casos, dor. Em estágios mais avançados, provoca uma infecção que pode ser causa de mau hálito e levar à mobilidade e até à perda dos dentes. Além dos problemas bucais, a doença na fase avançada pode provocar a desnutrição em idosos, já que a perda dos dentes dificulta a alimentação. Isso pode fazer com que o idoso queira ou consiga se alimentar apenas de alimentos pastosos e, consequentemente, diminua sua ingestão de proteína e fibras.
Pesquisadores da Faculdade de Odontologia de Piracicaba, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizaram uma pesquisa com 162 idosos no município de Jundiaí para estudar a prevalência de doenças periodontais. Do total, 59% possuíam algum grau de doença periodontal. No entanto, pode-se imaginar que o índice seja ainda maior ao considerar que os pacientes que já sofreram muitas perdas de dentes não fizeram parte da pesquisa.
A boa notícia é que as doenças periodontais são possíveis de serem prevenidas com boa higiene bucal e visitas regulares ao dentista. Veja essas dicas para evitar gengivite e seu avanço:

  • escove seus dentes após cada uma das refeições usando pasta dental com flúor
  • use fio dental regularmente para remover placas e restos de alimentos entre os dentes. Converse com seu dentista, que pode indicar, dependendo da sua dentição, outros instrumentos mais recomendados para a limpeza entre os dentes.
  • visite o dentista regularmente para check-up e limpeza
  • não fume
  • adote uma dieta alimentar equilibrada

 
Fontes: https://nihseniorhealth.gov/periodontaldisease/whatisgumperiodontaldisease/01.html
BARBOSA, Marcela de Moura. Índices CPI e PSR na avaliação da doença periodontal em adultos e idosos. Dissertação (mestrado). Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Piracicaba, São Paulo, 2015