(11) 3107-6119
sbgg-sp@sbgg-sp.com.br

Nove hábitos de pessoas saudáveis

elderly age winning achievements conceptTodo mundo conhece gente que parece nunca pegar um resfriado ou uma gripe – enquanto o resto das pessoas sempre está com uma tossinha ou com algum mal-estar. Pode ser que essas pessoas sempre saudáveis saibam algo que o resto de nós desconhece.
Pesquisas sugerem que uma série de hábitos de reforço do sistema imunológico pode aumentar a resistência aos causadores de doenças e travar uma guerra contra a inflamação nociva, mantendo a pessoa saudável durante todo o ano. Aqui está o que as pessoas que parecem nunca ficar doentes fazer para ficar bem – seja durante os meses mais frios do ano ou durante a onda de calor do verão:

  1. Elas estão sempre descansadas

Não dormir direito causa mais gripe, segundo um estudo da Carnegie Mellon University, em Pittsburgh. Pessoas que dormem menos de sete horas por noite têm três vezes mais chances de pegar uma doença do que aqueles que ficam oito horas com os olhos pregados de sono toda noite, dizem os pesquisadores. “Sete a nove horas de sono é o ideal”, diz o autor do estudo Sheldon Cohen, professor de psicologia na universidade.
2. Elas tomam vacina contra gripe
“É a melhor maneira de melhorar seu sistema imunológico”, diz William Shaffner, professor de medicina preventiva e doenças infecciosas da Vanderbilt University School of Medicine, em Nashville. A vacina, que pode ser tomada por qualquer adulto, é efetiva de 50% a 60% das vezes na prevenção da gripe, e pode também reduzir seus sintomas mais pesados.
3. Elas não fumam
Você sabe que não deveria fazer isso, então aproveite esse benefício para acabar com esse hábito. Você ficará menos doente com mais frequência, diz Cohen. Fumar danifica as membranas mucosas, que são as primeiras barreiras contra os agentes infecciosos, o que faz com que fumantes fiquem duas vezes mais suscetíveis a pegar um resfriado e sete vezes mais propensos a desenvolver uma gripe.
Fumar também suprime o sistema imunológico como um todo, causando não apenas doenças no pulmão e coração, mas também contribuindo para o desenvolvimento de câncer de sangue, bexiga, colo do útero, colorretal, esôfago, rim, laringe, pulmão e outros.
4. Elas suam a camisa
Um estudo do Fred Hutchinson Cancer Research Center, em Seattle, comparou mulheres na menopausa que se exercitavam regularmente com mulheres sedentárias e descobriu que as primeiras tinham menos chance de pegar resfriado. Quem se exercita tem cerca de metade do número de resfriados do que os sedentários. Atividade física aumenta as células imunológicas no sangue e na saliva. Fazendo atividade moderada, 45 minutos por dia, cinco dias por semana, você ganha essa vantagem.
5. Elas lavam e lavam e lavam as mãos
Muitas ameaças microbianas podem ser evitadas com uma lavagem nas mãos, diminuindo o risco de doenças. Um sabão neutro e uma água morna são suficientes para esse trabalho, de acordo com o estudo da University of Michigan School in Public Health, em Ann Arbor. A pesquisa mostrou que as pessoas que usam produtos antibacterianos têm menos resfriados do que as que utilizam sabonetes normais. Shaffner aconselha sempre lavar as mãos quando se chega da rua, e usar álcool gel quando não tiver uma pia por perto. O Centro de Controle de Doenças norte-americano recomenda esfregar as mãos com sabonete durante 20 segundos cada vez que lavá-las.
6. Elas se mantêm conectadas
Uma vida social robusta pode ajudar na manutenção da sua saúde. Pesquisadores de Carnegie Mellon expuseram um grupo ao vírus do resfriado e esperou para ver quem começaria a fungar o nariz. As pessoas que ficaram menos doentes foram as que estavam inseridas em uma grande diversidade de grupos sociais – como clubes do livro, grupos de bridge e comunidades religiosas. Ter seis ou mais laços sociais davam às pessoas mais resistência às doenças. Pessoas com três ou menos relacionamentos têm quatro vezes mais chances de sucumbirem às doenças.
“Quando uma pessoa que possui maior apoio social enfrenta uma adversidade, fica menos doente do que aquela que não tem esse apoio”, diz Cohen.
7. Elas dão risada
Esse hábito pode influenciar sua resposta imunológica. Em um estudo da Western Kentucky University, mulheres saudáveis que assistiam vídeos de homens engraçados, como Robin Williams, mostraram significante atividade das células NK, que lutam contra infecções no corpo e são parte fundamental do sistema imunológico, ao contrário das mulheres que assistiram vídeos de turismo.
8. Elas bebem moderadamente
Beber uma ou duas taças de vinho já se mostrou ser bom para o coração. Mas o hábito também está associado à diminuição do risco de doenças respiratórias, diz Cohen, que estudou esses efeitos. Pesquisadores da Harvard University School of Public Health encontrou no vinho tinto partículas protetoras contra resfriados, principalmente devido à ação anti-inflamatória do resveratrol (substância encontrada nas uvas vermelhas).
9. Elas são otimistas
Pesquisadores do Carnegie Mellon descobriram que pessoas contentes e relaxadas têm três vezes mais chances de evitar um resfriado do que pessoas ansiosas, nervosas e deprimidas. Atitudes positivas diminuem os hormônios do estresse, como o cortisol, que tornam as pessoas mais propensas a doenças. Ou seja, tente cultivar um olhar mais otimista para manter as doenças afastadas.
 
 
Traduzido e adaptado do original em inglês. Para ler o texto original, acesse aqui.